PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Estímulo Emprego

O período de candidatura à nova medida Estímulo Emprego abriu na presente semana, dando a possibilidade às empresas (privadas) de usufruir de apoio financeiro para contratar desempregados inscritos no Instituto do emprego e Formação Profissional (IEFP).
 
De acordo com informação do IEFP, as ofertas de emprego registadas entre os dias 25 de Julho e 19 de Agosto podem aceder ao Estímulo Emprego sem necessidade de procedimentos adicionais, desde que tenham manifestado a intenção de beneficiar deste apoio.

Conheça melhor esta medida

ESTÁGIOS EMPREGO

OBJETO

 

Medida que consiste na concessão, ao empregador, de um apoio financeiro à celebração de contrato de trabalho com desempregado inscrito no Instituto do Emprego e da Formação Profissional, I.P.

 

QUEM SE PODE CANDIDATAR

Podem candidatar-se pessoas singulares ou coletivas de direito privado, com ou sem fins lucrativos.
O QUE É

Incentivo à celebração de contrato de trabalho com pessoas inscritas no IEFP e nas seguintes condições:

Beneficiários de prestação de desemprego;

Beneficiários do Rendimento Social de Inserção;

As pessoas cujos conjugues ou pessoas com quem vivam em união de facto se encontrem inscritos como desempregados no IEFP;

As vítimas de violência doméstica;

Inscritos há pelo menos 60 dias consecutivos, nos casos de desempregados com idade inferior a 30 anos ou com idade mínima de 45 anos

Outros desempregados que não apresentem registos na segurança social nos últimos 12 meses que precedem à data de candidatura;

As pessoas que integrem família monoparental;

As pessoas com deficiência e incapacidade;

Ex-reclusos e aqueles que cumpram ou tenham cumprido penas ou medidas judiciais não privativas da liberdade;

Toxicodependentes em processo de recuperação;

Inscritos há pelo menos seis meses consecutivos;


APOIOS

 

O apoio financeiro a conceder obedece aos seguintes termos:

Contractos a termo certo: o valor de apoio a conceder não poderá ultrapassar o valor de 2.012,26€


Contractos sem termo: o valor de apoio a conceder não poderá ultrapassar o valor de 5.533,70€

Em contractos a termo certo o valor de apoio a conceder poderá ser, no máximo, de 2.515,32€  nos seguintes casos:


Inscritos no IEFP há pelo menos 12 meses consecutivos;

Com idade inferior a 30 anos;

Com idade igual ou superior a 45 nanos;

Beneficiários de prestações de desemprego;

As pessoas que integrem família monoparental;

As pessoas cujos conjugues ou pessoas com quem vivam em união de facto se encontrem inscritos como desempregados no IEFP;

As vítimas de violência doméstica;

As pessoas com deficiência e incapacidade;

Ex-reclusos e aqueles que cumpram ou tenham cumprido penas ou medidas judiciais não privativas da liberdade;

Toxicodependentes em processo de recuperação;

Beneficiários do Rendimento Social de Inserção.


CANDIDATURA As candidaturas a esta medida são apresentadas pelo empregador no portal eletrónico do IEFP, através do registo da oferta de emprego, podendo identificar o destinatário que pretende contratar.

LEGISLAÇÃO Portaria n.º 149-A/2014




INCENTIVOS

Sistema de Incentivos Datas
Estímulo Emprego A partir de 07/08/2014
Reembolso da Taxa Social Única A partir de 01/08/2014
Estágios Emprego A partir de 01/08/2014
PME Crescimento 2014 A partir de 03/03/2014
Linha de crédito Comércio Investe A partir de 17/03/2014
Call for Entrepreneurship 28/07/2014 a 04/09/2014

CLIENTE

PCV

A PCV representante exclusiva do grupo RMG em Portugal, é a imagem da fiabilidade e da qualidade nas tecnologias de controlo de regulação e medição de gases corrosivos e não corrosivos tais como o Gás Natural, Biogás, Hidrogénio, Propano, Butano, entre outros. A PCV disponibiliza os produtos e serviços de maior qualidade, estando assim representada nas maiores estações (GRMS) de Gás Natural em Portugal. Na PCV encontrará a solução adequada a sua empresa e terá apoio técnico especializado sempre que necessário.

SERVIÇO BBS

A uniformização de processos e de procedimentos foi o ponto de partida para a estabilização do modelo de report de tesouraria a implementar na PCV. Numa segunda fase, os serviços prestados nos processos de negócio relacionados com o tratamento de documentos de compras, desde a receção dos mesmos até ao seu pagamento, disponibilizando uma solução de gestão que permite desmaterializar o processo de registo e aprovação de documentos e uma comunicação eficaz entre os vários intervenientes..


RESULTADOS

De acordo com as expectativas geradas na implementação do modelo de gestão de tesouraria realizado na PCV, os benefícios diretos elencados traduziram-se no sucesso da operação, diponibilizando de forma simples e prática a otimização do prazo médio de pagamentos, a fiabilização das faturas de fornecedores processadas, a aceleração da informação disponível para previsão, capacidade para gerir descontos financeiros, redução da circulação de papel, grau de segurança superior na aprovação das faturas e redução de custos com processamento de faturas.


Parceiro

alt

NMBO

Com atividades centradas na prestação de serviços, a NMBO dedica-se a duas grandes áreas de intervenção distintas: a construção e a manutenção.
Tendo vindo a sofrer uma profunda evolução, suportada por uma procura diversificada, a NMBO tenta estar sempre na vanguarda das novas tendências, para deste modo dar resposta às exigências do mercado.


Atendendo às necessidades dos seus clientes, a NMBO define duas grandes áreas de intervenção: a estrutura de pequeno porte, nomeadamente a construção de lojas e escritórios, direcionadas para um segmento de mercado empresarial; todo o tipo de edifícios, desde a estrutura até à “chave na mão”, fundamentalmente ligada aos espaços comerciais.


A NMBO compõe-se por elementos formados e especializados de forma a responder às exigências impostas nas diferentes áreas de trabalho, possuindo uma equipa diversificada e adequada ao mercado em que se insere.


A NMBO intervém também na construção de espaços para uso do público. Espaços comerciais e lojas de serviços têm um lugar de destaque no portfólio desta empresa. O saber fazer e o saber fazer bem, é o mote. Tratando-se de áreas que são visíveis pelo grande público, o requinte e o detalhe são fatores de grande importância. Nada é descuidado, no sentido de rentabilizar o investimento realizado.


A capacidade técnica, a inovação, a experiência adquirida com as obras já realizadas e a eficiência da NMBO são uma garantia de sucesso, também na área dos restauros. A ação de restaurar não é para resolver temporariamente o problema, mas sim providenciar soluções técnicas duradouras e que vão ao encontro das expectativas dos clientes. Além do aspeto técnico da solução, a estética e sobretudo a parte económica e funcional são de extrema importância.




.